Parceria do curso de Educação Física com o IESB em Ação oferece “Ginástica Laboral Online”

Professores do curso de Educação Física, em parceria com o programa de responsabilidade da instituição, o IESB em Ação, lançam, neste semestre, o projeto “Ginástica Laboral Online”. A ginástica laboral é a prática de exercícios físicos no ambiente de trabalho para evitar lesões e doenças ocupacionais nos funcionários. A partir do dia 17 de maio, alunos dos semestres finais do curso, em período de estágio supervisionado, ficarão responsáveis pelo planejamento do cronograma e pela orientação do projeto aos inscritos na ação.

As sessões de atividades duram no máximo 20 minutos e ocorrem de 2 a 5 vezes na semana. Os participantes terão acesso às aulas ao vivo via aplicativo FaceTime e serão acompanhados por um instrutor. Para participar é preciso preencher um formulário de inscrição. A disponibilidade de horários e dias da semana, além de questões como situação do condicionamento físico e entre outras relacionadas à capacidade física de cada participante, precisam ser acrescentados no formulário. Os alunos vão analisar as situações individualmente e, em conjunto com os professores, indicarão o melhor cronograma de atividades.

O projeto pode ser aproveitado tanto pela comunidade IESB como pela comunidade externa. As atividades serão oferecidas até dezembro.

No Distrito Federal, há projetos de lei que determinam a obrigatoriedade da prática laboral em empresas com determinado número de funcionários. Segundo o coordenador do curso de Educação Física, professor Sérgio Avelino, a chegada da pandemia ocasionou o abandono da ginástica laboral nas organizações devido à necessidade do home office. Para ele, o projeto pode ainda ser visto como um campo de trabalho futuro para os profissionais de educação física, já que abraça um mercado em tendência para os próximos meses. “Estamos mostrando ao aluno como ajudar os trabalhadores a criar hábitos de atividades físicas mesmo que seja de uma forma restrita. Queremos que esses poucos minutos possam incentivar o participante a continuar com essa rotina e permanecer nela”, revela o professor.

Fique atento! O número de vagas é limitado. Preencha o formulário de inscrição e garanta a sua participação no projeto.

INSCREVA-SE

Por Ana Cristina Morbach 



Compartilhe: